Estudos mostram que desigualdades entre ricos e pobres voltaram a crescer

Por:
27 Outubro 2021 - 00h00

9076-email

Dois estudos inéditos sobre a desigualdade social no Brasil, recentemente publicados, revelam que a diferença entre ricos e pobres – após anos de queda – voltaram a crescer a partir de 2016.

O primeiro levantamento, do Insper, mostra que a desigualdade de renda no país caiu de forma ininterrupta entre 2002 e 2015, voltando a aumentar em 2016 e 2017, mas para um nível ainda menor do que no começo do milênio.

O segundo estudo, o Mapa da Desigualdade da Cidade de São Paulo, da Rede Nossa São Paulo, revelou que as diferenças entre moradores de bairros ricos e de bairros periféricos estão presentes em todos os aspectos da vida – e da morte. Ele abarca indicadores de várias áreas da administração pública sobre todos os 96 distritos da capital mais rica e populosa do país,

Em São Paulo, os bairros periféricos possuem uma maior concentração populacional bem como as maiores taxas de população preta e parda. O Jardim Ângela, na periferia da zona sul, por exemplo, possui uma taxa de 60,1% da população preta e parda, enquanto o bairro de Moema, também na zona sul mas em área nobre, possui 5,8%.

Quem mora em bairros nobres da cidade de São Paulo vive, em média, 22 anos a mais do que moradores da periferia. Um morador do Alto de Pinheiros, na zona oeste, por exemplo, tem uma expectativa de vida média de 80,9 anos. Já na Cidade Tiradentes, no extremo leste da capital paulista, a média cai para 58,3 anos.

Dos dez bairros que mais aparecem com os piores índices de educação, saúde, habitação e mobilidade, sete estão na periferia: Iguatemi, Parelheiros, Jardim Ângela, Brasilândia, Marsilac, Perus e Lajeado. Já entre os bairros com melhores índices, nenhum está na periferia da cidade. São eles: Moema, República, Vila Mariana, Itaim Bibi, Jardim Paulista, Pinheiros e Santo Amaro.

O Mapa da Desigualdade pode ser acessado no site da Rede Nossa São Paulo.

Fontes: Folha de S. Paulo / G1
Imagem: Grigory Kubatyan/Dreamstime.com

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS